PHP 5.6.0 released

Servidores Sun, iPlanet e Netscape no Microsoft Windows

Essa seção contem notas e dicas específicas para instalação do PHP em servidores Sun Java System Web Server, Sun ONE Web Server, iPlanet e Netscape no Windows.

A partir do PHP 4.3.3 você pode usar seus scripts PHP com o módulo NSAPI para gerar listagens personalizadas de diretórios e páginas de erro. Funções adicionais para compatibilidade com o Apache também estão disponíveis. Para suporte nos servidores web atuais leia a nota sobre subrequests.

Configurando como CGI em servidores Sun, iPlanet e Netscape

Para instalar o PHP como um tratador de CGI, faça o seguinte:

  • Copie o arquivo php4ts.dll para a pasta raiz do seu sistema (o diretório onde você instalou o Windows)
  • Faça uma associação de arquivo a partir da linha de comando. Digite as duas linhas a seguir:

    assoc .php=PHPScript
    ftype PHPScript=c:\php\php.exe %1 %*

  • No Netscape Enterprise Administration Server crie um diretório dummy para o shellcgi e remova-o em seguida (esse passo cria 5 linhas importantes no obj.conf e permite que o servidor web trate scripts shellcgi).
  • No Netscape Enterprise Administration Server crie um novo tipo mime (Category: type, Content-Type: magnus-internal/shellcgi, File Suffix:php).
  • Faça isso para cada instância do servidor web que você quiser que rode o PHP

Mais detalhes sobre configuração do PHP como um executável CGI pode ser encontrado aqui: » http://benoit.noss.free.fr/php/install-php.html

Configurando como NSAPI em servidores Sun, iPlanet e Netscape

Para instalar o PHP com NSAPI, faça o seguinte:

  • Copie php4ts.dll para a pasta raiz do seu sistema (o diretório onde você instalou o Windows)
  • Faça uma associação de arquivo a partir da linha de comando. Digite as duas linhas a seguir:

    assoc .php=PHPScript
    ftype PHPScript=c:\php\php.exe %1 %*

  • No Netscape Enterprise Administration Server crie um novo tipo mime (Category: type, Content-Type: magnus-internal/x-httpd-php, File Suffix: php).
  • Edite o arquivo magnus.conf (para servidores >= 6) ou obj.conf (para servidores < 6) e adicione o seguinte: Você deve colocar as linhas depois de mime types init.

    Init fn="load-modules" funcs="php4_init,php4_execute,php4_auth_trans" shlib="c:/php/sapi/php4nsapi.dll"
    Init fn="php4_init" LateInit="yes" errorString="Failed to initialise PHP!" [php_ini="c:/path/to/php.ini"]
    
    (PHP >= 4.3.3) O parâmetro php_ini é opcional, mas com ele você pode colocar seu arquivo php.ini no diretório de configuração do seu servidor web.

  • Configure o objeto padrão no arquivo obj.conf (para classes de servidor virtual [Sun Web Server 6.0+] no arquivo vserver.obj.conf): Na seção <Object name="default">, coloque essa linha necessariamente após todas as linhas do tipo 'ObjectType' e antes das do tipo 'AddLog':

    Service fn="php4_execute" type="magnus-internal/x-httpd-php" [inikey=value inikey=value ...]
    
    (PHP >= 4.3.3) Como parâmetros adicionais,você pode adicionar alguns valores especiais do arquivo php.ini, por exemplo, você pode atribuir um docroot="/path/to/docroot" específico ao contexto no qual php4_execute é chamado. Para valores booleanos do php.ini, use 0/1 como valor, e não "On","Off",... (Isso não funcionará), ex.: zlib.output_compression=1 ao invés de zlib.output_compression="On"

  • Isso só é necessário se você quiser configurar um diretório que só consiste de scripts PHP (como em um diretório cgi-bin):

    <Object name="x-httpd-php">
    ObjectType fn="force-type" type="magnus-internal/x-httpd-php"
    Service fn=php4_execute [inikey=value inikey=value ...]
    </Object>
    
    Depois disso você pode configurar um diretório na ferramenta de Administração do servidor e atribuir a ele um estilo x-httpd-php. Todos os arquivos neles serão executados como PHP. Isso é bom para esconder o uso do PHP renomeando os arquivos como .html.

  • Reinicie seu servidor web e aplique as mudanças
  • Faça isso para cada instância do servidor web que você quiser que execute o PHP

Nota:

Mais detalhes sobre configurar o PHP como um filtro NSAPI pode ser achado aqui: » http://benoit.noss.free.fr/php/install-php4.html

Nota:

O tamanho de pilha que o PHP usa depende da configuração do servidor web. Se você tiver problemas com scripts muito grandes, é recomendado aumentar esse tamanho com o Administrador do Servidor (na seção "MAGNUS EDITOR").

Ambiente CGI e modificações recomendadas ao arquivo php.ini

É importante quando escrevendo scripts PHP levar em conta o fato que Sun JSWS/Sun ONE WS/iPlanet/Netscape são servidores multithreaded. Por isso, todas as requisições estão sendo executadas no mesmo espaço de processo (o espaço do servidor web) e esse espaço só tem um ambiente. Se você quiser usar variáveis CGI como PATH_INFO, HTTP_HOST etc, não é correto tentar pegá-las da maneira do PHP antigo, usando a função getenv() ou uma maneira similar (registrar globais para o ambiente, $_ENV). Você só iria pegar o ambiente do servidor web sem quaisquer variáveis CGI válidas!

Nota:

Porque existem variáveis CGI (inválidas) no ambiente?

Resposta: Isso é porque você inicializou o processo do servidor a partir do administrador do servidor que executa o script de inicialização do servidor web, você queria iniciar, como um script CGI (um script CGI dentro do administrador do servidor!). Isso é porque o ambiente do servidor tem algumas variáveis CGI do ambiente nele. Você pode testar isso inicializando o servidor web de outra forma que não pelo administrador do servidor. Use a linha de comando como usuário root e inicialize-o manualmente - você verá que não há variáveis ambientes do tipo CGI.

Simplesmente mude seus scripts para pegar variáveis CGI da maneira correta para o PHP 4.x, usando o array superglobal $_SERVER. Se você tiver scripts mais antigos que usem $HTTP_HOST, etc., você deve ligar a diretiva register_globals no arquivo php.ini e mudar a ordem das variáveis também (importante: remova "E" da diretiva, porque você não precisa das variávies de ambiente aqui):

variables_order = "GPCS"
register_globals = On

Uso especial para páginas de erro ou listagens de conteúdo de diretório auto-geradas (PHP >= 4.3.3)

Você pode usar o PHP para gerar as páginas de erro para "404 Not Found" ou similar. Adicione a seguinte linha ao objeto no arquivo obj.conf para cada página de erro que você queira sobrescrever:

Error fn="php4_execute" code=XXX script="/path/to/script.php" [inikey=value inikey=value...]
onde XXX é o código de erro HTTP. Por favor apague qualquer outra diretiva Error que podem interferir com as suas. Se você quiser colocar uma página para todos os erros que podem existir, não informe o parâmetro code. Seu script pode determinar qual o erro pela variável $_SERVER['ERROR_TYPE'].

Outra possibilidade é gerar listagens de conteúdo de diretório. Apenas crie um script PHP que mostre uma listagem do diretório e substitua o valor padrão da linha Service type="magnus-internal/directory" no arquivo obj.conf com a seguinte:

Service fn="php4_execute" type="magnus-internal/directory" script="/path/to/script.php" [inikey=value inikey=value...]
Tanto para páginas de erro e de listagem de diretório a URI original e a URI traduzida estão nas variáveis $_SERVER['PATH_INFO'] e $_SERVER['PATH_TRANSLATED'].

Nota sobre nsapi_virtual() e subrequisições (subrequests) (PHP >= 4.3.3)

O módulo NSAPI agora suporta a função nsapi_virtual() (sinônimo (alias): virtual()) para fazer subrequisições no servidor web e inserir o resultado em uma página web. O problema é que essa função usa algumas características não documentadas da biblioteca NSAPI.

No Unix, isso não é um problema, porque o módulo procura automaticamente pelas funções necessárias e usa elas se disponíveis. Se não, nsapi_virtual() é desabilitada.

Limitações de tratamento de DLLs no Windows precisam da detecção automática do arquivo ns-httpdXX.dll mais recente. Isso é testado pelos servidores até a versão 6.1. Se uma versão mais nova do servidor Sun é usado, a detecção falha e nsapi_virtual() é desabilitada.

Se esse for o caso, tente o seguinte: Adicione o seguinte parâmetro para php4_init em magnus.conf/obj.conf:

Init fn=php4_init ... server_lib="ns-httpdXX.dll"
onde XX é o número de versão correto da DLL. Para obter esse valor, procure na pasta raiz do servidor para o nome correto da DLL. A DLL com o maior tamanho é a certa.

Você pode verificar o status usando a função phpinfo().

Nota:

Mas esteja avisado: O suporte para nsapi_virtual() é EXPERIMENTAL!!!

add a note add a note

User Contributed Notes

There are no user contributed notes for this page.
To Top