ConFoo: Call for paper is now Open

Caso 4: Interpretador do PHP fora da árvore de diretórios do servidor web

Uma maneira muito segura é colocar o interpretador do PHP em algum lugar longe dos arquivos da árvore de diretórios do servidor. Em /usr/local/bin, por exemplo. A única desvantagem real para essa opção é que você terá que colocar uma linha similar à:

#!/usr/local/bin/php
como a primeira linha de qualquer arquivo contento tags do PHP. Você também terá que tornar o arquivo executável. Isso é, tratá-lo exatamente como você trataria qualquer script CGI escrito em Perl ou sh ou qualquer outra linguagem de script comum que usa o mecanismo de escape de shell #! para ser executado.

Para fazer o PHP tratar as informações de PATH_INFO e PATH_TRANSLATED corretamente com essa configuração, o interpretador do PHP deve ser compilado com a opção de configure --enable-discard-path.

add a note add a note

User Contributed Notes 2 notes

up
-1
Anonymous
6 months ago
To add a new structure out the PHP directory, you have to do first:

- Configure the .ini file
- Add to your IDE the interpretor
up
-3
terom at fixme dot fi
9 months ago
You can use binfmt-misc to avoid the need for the #! line, by registering your php5-cgi binary as an interpreter for *.php files. E.g. with Debian binfmt-misc installed:

    update-binfmts --install php5 /usr/bin/php5-cgi --extension php
    cat /proc/sys/fs/binfmt_misc/php5

However, you still need chmod +x on the .php file. And Apache will give a rather sad "500 Internal Server Error" if you are missing the +x permissions :( You can improve the error message using mod_rewrite (but not obliviate the need for +x)..
To Top