PHP Unconference Europe 2015

debug_zval_dump

(PHP 4 >= 4.2.0, PHP 5)

debug_zval_dumpExibe a representação de um interno zend value

Descrição

void debug_zval_dump ( mixed $variable )

Exibe a representação de um interno zend value.

Parâmetros

variable

A variável a ser avaliada.

Valor Retornado

Não há valor retornado.

Exemplos

Exemplo #1 Exemplo da debug_zval_dump()

<?php
$var1 
'Hello World';
$var2 '';

$var2 =& $var1;

debug_zval_dump(&$var1);
?>

O exemplo acima irá imprimir:

&string(11) "Hello World" refcount(3)

Nota: Cuidado com o refcount

O valor refcount retornado por esta função não é óbvio em certas circunstâncias. Por exemplo, um desenvolvedor espera que o exemplo acima indique um refcount de 2. A terceira referência é criada quando debug_zval_dump() é chamada.

Este comportamento ocorre quando uma variável não passada para debug_zval_dump() por referência. Para ilustrar, veja a pequena modificação do exemplo acima:

<?php
$var1 
'Hello World';
$var2 '';

$var2 =& $var1;

debug_zval_dump($var1); // not passed by reference, this time
?>

O exemplo acima irá imprimir:

string(11) "Hello World" refcount(1)

Por quê refcount(1)? Por causa da cópia da $var1 ser feita, quando a função é chamada.

Esta função se torna muita confusa quando uma variável com um refcount de 1 é passado (por cópia/valor):

<?php
$var1 
'Hello World';

debug_zval_dump($var1);
?>

O exemplo acima irá imprimir:

string(11) "Hello World" refcount(2)

O refcount de 2, aqui, é extremamente não óbvio. Especialmente considerando os exemplos acima. Então o quê acontece?

Quando uma variável tem uma única referência (com faz $var1 antes de ser usada como um argumento para debug_zval_dump()), a engine do PHP otimiza em que ela é passada para uma função. Internalmente, PHP trata $var1 como uma referência (em que o refcount é aumentado para o escopo desta função), com um aviso que se passado referência pode ser reescrito para, um cópia feita, mas somente no momento de escrita. Isto é conhecido como "cópia na escrita."

Então, se debug_zval_dump() precisa escrever para o único parãmetro (e ele não faz), então uma cópia pode ser feita. Desde então, a referência para o parâmetro é mantida, fazendo com que o refcount seja incrementado para 2 para o escopo da chamada da função.

Veja Também

add a note add a note

User Contributed Notes 2 notes

up
8
AmberBlackthorn
4 years ago
The add of "Call-time pass-by-reference" as E_DEPRECATED makes it impossible to get the real refcount without getting an error, since <?php error_reporting(E_ALL ^ E_DEPRECATED); ?> and even <?php @debug_zval_dump(&$foo); ?> doesn't change anything.
up
-7
theriault
2 years ago
You can return a consistent refcount value for any variable (and it will work in PHP 5.3+ without problems) using the following function. 0 is returned if the variable passed has no references outside itself or the variable doesn't exist (use isset in conjunction with this function if you need to distinguish between the two).
<?php
/**
* Return the reference count of a variable.
* Returns 0 if a variable has no reference other than itself or doesn't exist.
*/
function refcount(&$var) {
   
ob_start();
   
debug_zval_dump(array(&$var));
    return
preg_replace("/^.+?refcount\((\d+)\).+$/ms", '$1', substr(ob_get_clean(), 24), 1) - 4;
}

# Example
$a = 34;
refcount($a) == 0;

$b = &$a;
refcount($a) == 1;
?>

Using the above function as a dependency, you can determine if two variables reference the same space in memory using another small function:
<?php
/**
* Return whether a and b reference the same memory
*/
function reference(&$a, &$b) {
   
$d = refcount($b);
   
$e = &$a;
    return
refcount($b) != $d;
}

# Example
$a = 3;
$b = 5;
$c = &$a;
$d = &$c;

reference($a, $b) == false;
reference($a, $c) == true;
reference($a, $d) == true;
?>
To Top